sábado, agosto 27, 2011

A Libido

O apagar da mente, faz a alma pulsar. Reprime os desejos, os anseios, só não reprime o pensar. É carnal, é banal tudo que sinto, e mesmo que eu não queira, é necessário, eu preciso. Entre Labirintos e esconderijos eu procuro viver. Teu corpo é chama, me chama, me faz te querer. Percebo o sol, e quando vejo já é a Lua, e o mesmo pensamento é forte, continua, de frente pra mim, nua, sussurra meu nome em tom baixo, pedindo que eu a possua. Que loucura essa loucura, posso dizer que é prazer, mas você também me cultua. Encostar na boca tua, me faz delirar, pirar de tesão, faz meu corpo tremer, intenso deleite, é a libido, involuntário em mim, é ter VOCÊ.

Diego Gomes

4 comentários:

  1. Perfeito. A intensidade destes momentos são imensuráveis.
    Bjlhões.

    ResponderExcluir
  2. Sorry i cant fly.../ Sua opnião é muito importante pra este blog, valeu pela visita ! Beijos!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário sem roteiro. A PRODUÇÃO Agradece !