domingo, dezembro 02, 2012

Um de cada vez

Tantos aborrecimentos nesses últimos meses, tantos conhecimentos, desprendimentos, eu tive que me render e aceitar. Suei frio, orei pelo melhor caminho, por vezes sozinho, descalço, indeciso. Pelo visto as responsabilidades da vida finalmente chegaram pra mim, me assustou, é claro, mas pelos cantos eu enfrentei sem desistir. Carreira difícil essa, resolução de problemas, problemas e mais problemas, é o que tenho feito ultimamente. Fui lançado ao fogo, acho que eu mesmo me lancei, a praça dos leões se tornou passagem pra mim, algo que sempre critiquei tornaria-se de alguma forma o meu ganha pão. Encontrei pessoas de bom coração, ensinamentos, momentos de reflexão, de troca de experiências, de emoção. Pensei muito em desistir, fiz planos, deixei de fazer contas, pensava que a qualquer momento desistiria do posto e do legado deixado, mesmo que temporário. Tento não me contaminar com atitudes e situações que desaprovo, filtro as informações que recebo, críticas e elogios eu analiso, nada disso me sobe a cabeça. Fui regenerando minhas cicatrizes, devolvendo descasos com sorrisos, agora me sinto mais atrevido. Tudo isso foi preciso, a postura mudou, agora não me sinto tão perdido, enfrento bem os perigos, passeando pelos dias, um de cada vez.

 

Um comentário:

  1. Olá!!
    Quer ganhar $$$$ com seu BLOG trabalhando 1h por dia?
    Voce não precisa vender nada e nem indicar pessoas.

    Acesse: http://ganhosweb.com

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário sem roteiro. A PRODUÇÃO Agradece !